Managing for @ School of Success

Istituto Omicomprensivo "Ridolfi- Zimarino"

O Institute Fullcomprehensive of State "Ridolfi-Zimarino" consiste em:
• Agricultural Technical Institute (222 alunos) "C. Ridolfi", estabelecido pelo Royal Decree of 1879
• três escolas secundárias Iº (com 311 alunos)
• cinco escolas primárias (com 457 alunos)
• Cinco jardim de infância (com 192 crianças)
para um total de 1182 alunos desde a infância até secundárias IIº.
O Instituto Técnico Agrícola (ITAS) visa especificamente formar novos técnicos em agro-alimentar e sector do ambiente, com uma oferta educativa nas seguintes áreas e cursos de estudo:
1) Meio Ambiente e Gestão do Território
2) Produção e transformações
3) Viticultura e Enologia.
A oferta de formação é absolutamente coerente com a vocação agrícola do território e coloca o Instituto no centro do território como um condutor de atividades de promoção e sensibilização para a implementação de ferramentas ecológicos inovadores e da agricultura.
A fim de esclarecer melhor os exemplos que a "Ridolfi" usa para trabalhar, enfatizamos que, na província de Chieti, tem cerca de metade das empresas agrícolas regionais, envolvendo uma grande parte do emprego local, especialmente os jovens, em um busca constante e dinâmica de sinergia entre a tradição e a inovação na exploração dos recursos vencedoras de agricultura local: a qualidade, a promoção dos produtos locais e a integração com as atividades turísticas e de negócios, como a exploração e comércio nacional e internacional de produtos PDO, que permite a longo prazo um emprego seguro, através de um aperfeiçoamento para a alta qualidade agro-alimentar.
Neste contexto, o Instituto "Ridolfi" permite a formação de especialistas com um perfil profissional de alto padrão, vindo não só do território em que opera, mas também das áreas circundantes, que acomodam muitos estudantes, têm uma economia caracterizada pela valiosa produção agrícola aumentando significativamente (especialmente viticultura e olivicultura), uma indústria de alimentos crescente no comércio de produtos locais e uma economia que encontra uma contribuição decisiva no turismo e agricultura, em constante expansão nas áreas consideradas.
Além disso, em ligação com o Instituto Fullcomprehensive há o mesmo nome da empresa de exploração agrícola que lida com a produção, transformação e comercialização do vinho produzido na área, e que se destaca na região, não só pela grande variedade e qualidade dos vinhos produzidos, apreciados pelos grandes clientes, mas também para a distribuição e promoção dos produtos DOC e IGT do território.

Juntamente com a adega, opera uma fábrica de azeite para o processamento da produção obtida a partir dos olivais do Instituto, com base numa produção contínua com uma capacidade de processamento de cerca de 0,4 toneladas por hora, completa nas suas várias partes, e fácil de gerir, resolveu o problema da eliminação dos resíduos.
O colégio interno ligado ao "Ridolfi" garante a residência a estudantes de lugares difíceis de alcançar diariamente com transporte público ou privado.

Ao lado do Instituto, há, também, "Villaggio Agrituristico", que visa o desenvolvimento do agroturismo no território de acordo com as indicações dos Planos Territoriais Integradas, e onde as acomodações são representados por sete bungalows de madeira que correspondem a 14 apartamentos mobilados.

Apenas referindo-se a anos recentes, há muitas iniciativas a nível nacional e internacional que visaram a parte ativa do Instituto:

• Em 2010, o Instituto foi uma das dez escolas italianas selecionadas para participar do projeto de três anos "Ecogeneration-school friend of the climate", promovido pela Legambiente, que fornece investigações técnicas e análise termográfica sobre os edifícios a serem integrados com programas educacionais para promover a construção sustentável e as melhores práticas que visem a eficiência energética para a economia no consumo;
• em 2010, foi o coordenador do projeto "Bacchus - paths of knowledge of wine production" LLP-Leonardo da Vinci IVT que permitiu a mobilidade de 24 alunos do quinto ano a França (Bordeaux).
• Mais uma vez, em 2010, foi o coordenador do projeto "Building a Green Europe" LLP-Comenius que visa sensibilizar as crianças para os problemas ambientais e de trabalhar juntos para encontrar soluções comuns para a sua resolução.
• Em 2010, o Instituto foi selecionado como uma das 50 escolas selecionadas para o projecto europeu bienal "Caldys 2" EACEA que visava melhorar a oferta de formação para os alunos e criar oportunidades para desenvolver e trocar boas práticas entre as escolas e ajudar os alunos com dificuldades de aprendizagem específicas, como a dislexia, discalculia e disgrafia e teve como objetivo superar as dificuldades de aprendizagem através da utilização de novas tecnologias.
• em 2011 foi escola parceira do Projeto LLP-Comenius "Look what we have done" sobre o tema da poluição e na identificação de possíveis soluções;

• em 2012 foi um parceiro do projeto LLP-Comenius "Secrets of Newton's apple", focado sobre os métodos de ensino de ciências com o uso de tecnologias, que envolveu alunos da escola secundária em Scerni, parte do Fullcomprehensive Zimarino Institute.

em Março de 2015, o Instituto apresentou um KA1 Erasmus+ para 80 mobilidades de alunos, que aguardam aprovação

Durante vários anos, alguns professores do Instituto foram muito ativos na plataforma digital da Comissão Europeia para as escolas da Europa "E-twinning", participando ativamente em vários projectos de arte, comida, leitura, matemática; Esta atividade também é apoiado e encorajado pela direção da escola, dada a valiosa experiência resultante da partilha e da europeização.
Os funcionários e professores gradualmente envolvidas nestes projectos têm, portanto, adquirido competências valiosas e relevantes para o sucesso dos projectos de mobilidade e cooperação internacional, e em competências específicas:
• na identificação dos objetivos educacionais
• na criação de redes e parcerias locais e internacionais
• a nível linguístico e TIC
• na resolução de problemas e trabalho em equipa.

1º encontro: Apresentação--»